Ministério Público propõe que Talisca pague 6 mil euros

Brasileiro foi apanhado a conduzir sem carta

Talisca abandonou o Tribunal de Almada às 15h24, tendo o Ministério Público proposto que o jogador do Benfica pague 6 mil euros por ter sido apanhado a conduzir sem carta. Esse valor - a ser aceite por um juiz de instrução - será repartido por duas entidades: a Associação Almadense e a Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Seixal e Almada.

O brasileiro foi apanhado a conduzir sem carta uma moto 4, na Herdade da Aroeira. O mesmo se passou com o primo que conduzia outra moto 4. No caso de Diego Andrade, o Ministério Público propôs o pagamento de 600 euros à Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Seixal e Almada.





Por Pedro Ponte
20
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas