Benfica ao ataque em todas as frentes: Sporting, FC Porto e árbitros visados

"Semana negra"motivou resposta unificada de três vice-presidentes

• Foto: Paulo Henriques
As recentes polémicas no futebol português, envolvendo as arbitragens de jogos de Sporting e FC Porto, motivaram uma resposta unificada de três vice-presidentes do Benfica: Domingos Almeida Lima, Alcino António e Sílvio Cervan. O ataque foi em todas as frentes e ninguém ficou de fora.

"Parece que há uma vontade concertada para o Benfica não ser campeão, está tudo condicionado ao nível das arbitragens. Os árbitros não podem estar imunes a tudo quando, por vezes, decidem os jogos", começou por dizer Almeida Lima. A opinião é a mesma de Cervan. "Choca-me muito mais que Jorge Jesus, Sérgio Conceição ou Rui Vitória sejam castigados por algo que dizem no calor do jogo do que um árbitro que está sentado numa cadeira, vê cinco jogadores fora-de-jogo estacionados e não assinala nada", atirou, lembrando o Estoril-FC Porto e atirando-se a Luís Ferreira: "Foi ele o VAR desse jogo. Como é que este árbitro ainda arbitra? É o mesmo do Feirense-FC Porto. Nunca falha. É como o Messi: decide sempre."

Afirmando que "no Porto e no outro lado da Segunda Circular" não querem deixar o Benfica ser pentacampeão, Alcino António abordou também a presença de um antigo auxiliar de João Capela – o juiz do Tondela-Sporting na estrutura do emblema leonino. "Na assessoria da arbitragem o Sporting tem um ex-assistente de João Capela. Falo de Hernâni Fernandes, que também é amigo da Macron", disse, desviando o discurso para Hugo Miguel, árbitro do Benfica-Sporting do início da temporada: "Não foi a primeira vez que nos fez aquilo. Sonegou-nos penáltis."

O dia de ontem, refira-se, também ficou marcado pela decisão do Tribunal da Relação do Porto de impedir os dragões de divulgarem emails do Benfica, e, diz Alcino António, os árbitros visados logo nos primeiros emails divulgados ficaram condicionados. "Estes árbitros não estão psicologicamente preparados para apitar um jogo do Sporting, pois são dos que fazem mais pressão", acrescentou, numa conversa que terminou com uma inequívoca confiança no pentacampeonato.

Na mira das águias

Luís Ferreira - O VAR do Estoril-FC Porto foi o árbitro do Benfica-Boavista da época passada. Tem um contencioso com as águias na justiça desportiva.

Sérgio Jesus - Assistente no jogo da Amoreira, foi um dos árbitros alvo de processo disciplinar no Apito Dourado.

William e Coates - O médio foi poupado de expulsão em Tondela e o defesa de um amarelo, que seria o quinto e o deixaria fora da receção ao Moreirense.

Brahimi e Coentrão -  Excessos do portista e do sportinguista passaram impunes.
Por Nuno Martins, Pedro Ponte e Valter Marques
102
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas