Benfica e a nomeação de Fábio Veríssimo para jogos do FC Porto: «Só não vê quem não quer»

Encarnados apontam ao trabalho do árbitro e do VAR no jogo com o Santa Clara

O Benfica criticou a nomeação de Fábio Veríssimo para o FC Porto-Santa Clara de quinta-feira, encontro dos oitavos de final da Taça de Portugal. 

"Como é possível nomear Fábio Veríssimo para jogos do FC Porto? Ontem, as escandalosas decisões vistas por todos menos por árbitro e VAR falsearam mais um resultado. Alguém acredita que a dupla Veríssimo/Luís Ferreira não viu a falta antes da marcação do golo ou o lance violento de Zé Luís? Claro que viu como todos nós. Existem lances que são, naturalmente, suscetíveis de discussão, mas, em casos como estes, só não vê quem não quer. E o pior é que nestes lances torna-se impossível dar o natural benefício da dúvida, pois acresce o historial conhecido dos protagonistas. Também aqui, infelizmente, só não vê quem não quer!", pode ler-se na newsletter de hoje dos encarnados apontando ao golo de Nakajima que valeu a vitória dos dragões.

Recorde-se que aos 28' do FC Porto-Santa Clara, o japonês colocou os dragões a vencer por 1-0, num lance em que os açorianos ficaram a pedir falta. Após consulta do VAR, o árbitro validou o lance.

Recorde-se que no final do encontro no Estádio do Dragão, o diretor desportivo da equipa açoriana, Diogo Boa Alma, não calou a revolta. "Este foi um jogos desta eliminatória da Taça de Portugal que teve VAR e congratulamo-nos com isso, mas ele tem de funcionar nos lances mais evidentes. Na primeira parte, o Zé Luís não queria atingir o Nené, mas atingiu e era vermelho direto, sem discussão, e já para não falar no lance do golo. Todos nós erramos, mas o que é mais difícil de aceitar são os erros do vídeo-árbitro, com recurso a todas as imagens", afirmou o dirigente, referindo-se aos lances decorridos no minuto 21 e 29, onde os açorianos pedem um cartão vermelho para Zé Luís por pontapear Nené na cabeça e falta de Corona sobre Mamadu Candé na jogada que daria origem ao golo de Nakajima.

Logo depois, foi a vez do treinador João Henriques apontar ao golo. "Tenho a minha opinião, mas fico com ela. Ali dentro sabemos, é unânime, toda a gente viu. Não vou estar a opinar sobre algo que toda a gente no país que viu terá a mesma opinião."

65
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas