«Benfica esqueceu-se que tinha de marcar golos»

Adeptos ilustres do Benfica analisam jogo com o Dínamo Kiev

• Foto: EPA

O Benfica não foi além de um empate com o Dínamo Kiev (0-0) na 1.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Os encarnados dominaram o jogo, mas acabaram com o coração na boca. Depois de não conseguir chegar à vantagem durante os 90 minutos, o Benfica sofreu um golo já em tempo de descontos, mas foi 'salvo' pelo VAR, que descortinou um fora-de-jogo no início da jogada (isto logo depois de o Dínamo ter atirado duas vezes aos ferros). Esta reversão deu um ponto ao Benfica na estreia nesta edição da Liga dos Campeões. Record ouviu conhecidos adeptos do Benfica sobre a partida.


António Simões, antigo jogador
"O Benfica foi melhorando ao longo do jogo, mas sem muita agressividade. Houve quase sempre muito equilíbrio e nenhuma equipa dominou, num resultado que acaba por ser justo com o Benfica a acabar por ser feliz. Empatar é melhor do que perder."

Álvaro Magalhães, antigo jogador
"O Benfica não esteve mal, mas foi melhor no primeiro tempo. Dou todo mérito ao Vlachodimos, que demonstrou estar em grande forma. Exibição não muito convincente do Benfica e um empate que se aceita, com um pouco de sofrimento no fim."

Jorge Corrula, ator

"O Dínamo Kiev levou o jogo para onde quis. Durante 90 minutos o Benfica esqueceu-se que tinha de marcar golos e por pouco não saiu da Ucrânia derrotado. Nota negativa para Everton, que tem de sentar-se no banco de suplentes... da equipa B."

Por Record
46
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas