Benfica lamenta morte de Johansson: «Muito contribuiu para o desenvolvimento e projeção do futebol europeu»

Águias deixam mensagem de condolências no site oficial

• Foto: Reuters

O Benfica lamentou esta quarta-feira a morte de Lennart Johansson, aos 89 anos. O ex-presidente da UEFA e ex-vice-presidente da FIFA faleceu hoje após um curto período de doença.

"O mundo do futebol está hoje de luto. O Sport Lisboa e Benfica endereça as mais sentidas condolências pelo falecimento de Lennart Johansson, antigo presidente da UEFA que muito contribuiu para o desenvolvimento e projeção do futebol europeu, ao nível organizativo e das suas competições" pode ler-se no site oficial dos encarnados.

Lennart Johansson, nascido em Bromma (Estocolmo) em 1929, iniciou a sua carreira como funcionário do AIK, na secção 'bandy', uma espécie de hóquei no gelo mas com baliza e campos maiores, de onde mais tarde foi para o futebol e do qual fez parte durante três décadas.
 
Johansson foi presidente da Associação dos Clubes Profissionais Suecos (1984-1991) e liderou a Federação Sueca de Futebol (1985-1990), a partir da qual acedeu à liderança do futebol europeu e mundial.
 
Durante o tempo em que esteve ao comando da UEFA, Johansson manteve uma disputa com o suíço Sepp Blatter. 
 
Depois de perder as eleições para ser reeleito como presidente da UEFA em 2007 contra o francês Michel Platini, regressou à Suécia para se concentrar inicialmente na promoção do 'bandy', o desporto em que iniciou a sua carreira.
 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas