Bruno Costa Carvalho: «O mais importante é preservar o nome do Benfica»

Ex-candidato à presidência demonstrou a sua preocupação com o envolvimento do nome do Benfica neste processo

O antigo candidato à presidência do Benfica, Bruno Costa Carvalho (em 2009 foi derrotado por Luís Filipe Vieira), contactado por Record, demonstrou a sua preocupação com o envolvimento do nome da instituição neste processo. "O mais importante é preservar o nome do Benfica. O que me preocupa é que se separe a vida pessoal do presidente do Benfica, do nome da instituição. Uma coisa são os problemas pessoais de cada um. Outra, completamente diferente, são os assuntos do Benfica", frisa. Carvalho considera ainda não ter informação suficiente sobre o processo que envolve Rui Rangel e Luís Filipe Vieira. "Ainda é tudo muito prematuro. Ainda é cedo para tecer qualquer tipo de comentário e não conheço, de facto, o processo em causa", menciona.

Sendo um dos nomes associados à oposição do atual presidente do Benfica, Bruno Costa Carvalho utilizou as suas redes sociais para exprimir algumas opiniões, comparando mesmo o atual momento do clube e do seu presidente com os tempos de João Vale e Azevedo. "Muitos dos que me leem não sabem o que era um Mundo sem internet. Mas eu lembro-me bem o que isso era e, de manhã, ver os títulos dos jornais desportivos no teletexto da RTP. Era uma dor de alma... tinha sempre medo de ler os resumos das notícias porque havia sempre alguma coisa que Vale e Azevedo tinha feito...Agora não é muito diferente...Cada notícia que eu leio lá vem o nome do presidente do Benfica misturado num sem-fim de trapalhadas... Nem me vou dar ao trabalho de as enumerar porque são muitas e nada edificantes", pode ler-se na página de Bruno Costa Carvalho na rede social Facebook.

Por Sérgio Krithinas e Luís Magalhães
9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.