Cervi foi todo-o-terreno

Extremo e... lateral frente ao Boavista

• Foto: Paulo Calado
Com o Benfica em desvantagem ao intervalo frente ao Boavista, Rui Vitória operou uma ‘revolução’ para a 2ª parte, tirando Luisão do jogo, lançando Cervi para lateral-esquerdo e passando André Almeida para o eixo da defesa. Com isto, o argentino tornou-se num todo-o-terreno numa partida em que as águias jogaram, praticamente, sem um defesa à esquerda.

Segundo os dados fornecidos pela empresa de estatísticas InStat, a maioria das ações do camisola 22 decorreu no meio-campo ofensivo. Uma até se traduziu no penálti que Jonas bateu. Isto significa que, muitas vezes, o lado esquerdo esteve ‘despido’, com André Almeida a assumir as despesas e a fazer as dobras.

Os mesmos dados revelam que, das 21 ações que Cervi travou com adversários no meio-campo defensivo, perdeu apenas uma, o que revela adaptação à forma de defender das águias.
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas