Contratos de Weigl, Taarabt e Seferovic estão na mira do Ministério Público, avança a CMTV

Emissora da Cofina revelou os 19 vínculos da era Vieira que estão na mira do Ministério Público

A CMTV revelou esta quarta-feira quais são os 19 contratos assinados na era Luís Filipe Vieira que estão na mira das investigações do Ministério Público, que se juntam aos de Derlis González, Claudio Correa e César Martins. Entre os contratos em causa estão os de vários jogadores do plantel principal, como Adel Taarabt, Ferro, Everton, Julian Weigl, Morato, Odysseas ou Seferovic.

Sob mira estão ainda os vínculos celebrados com Gabriel (emprestado ao Al-Gharafa), Yony González (emprestado ao Ceará) ou Ronaldo Camará. Há ainda mais nove contratos sob suspeita, de nomes como Pedrinho (atualmente no Shakhtar Donetsk), Samaris (rescindiu esta época) ou Zivkovic (atualmente no PAOK).

Estes contratos, segundo adianta a 'Sábado', estão na mira das autoridades pois foram foram celebrados por Vieira e tiveram intervenção direta do empresário Bruno Macedo, juntando-se aos anteriormente já falados a envolver Derlis González, Claudio Correa e César Martins.

Eis os contratos em causa:

Adel Taarabt
Ferro
Everton
Julian Weigl
Ronaldo Camará
Morato
Odysseas
Seferovic

Yony González (emprestado ao Ceará)
Gabriel (emprestado ao Al-Gharafa)

Samaris (rescindiu esta época)
Jardel (retirado)
Emerson (retirado)

Pedrinho (atualmente no Shakhtar Donetsk)
Zivkovic (atualmente no PAOK)
Dálcio (atualmente no Ionikos)
Daniel Wass (atualmente no Valencia)
Derlis Mereles (atualmente no Rubio Ñú)
Alexandre Silva (treinador adjunto de Bruno Lage, atualmente no Wolverhampton)

(notícia atualizada às 22h41)
Por Record
48
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas