Fernando Medina discorda que "altos responsáveis em funções públicas" assumam lugares em órgãos de clubes

Presidente da Câmara de Lisboa assume que não o faria e sublinha compromisso com autarquia

• Foto: Miguel Baltazar

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, voltou esta segunda-feira a sublinhar a "discordância com o facto de altos responsáveis em funções públicas - sejam políticos, magistrados ou outros - assumirem lugar em órgãos de clubes desportivos". "Não julgo naturalmente quem o faz, mas pessoalmente não considero adequado e não o faria", afirmou o autarca num comunicado divulgado na sua página de Facebook no qual o adepto e sócio do Benfica sublinha também rejeitar qualquer cargo nos encarnados.

Leia na íntegra:

"Em relação a notícias que saíram hoje:

1) Os lisboetas e a cidade de Lisboa merecem e exigem o meu compromisso e empenho total para o cargo que fui eleito de Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Tem sido sempre assim e assim será.

2) Já havia tornada pública, e agora repito, a minha discordância com o facto de altos responsáveis em funções públicas - sejam políticos, magistrados ou outros - assumirem lugar em órgãos de clubes desportivos. Não julgo naturalmente quem o faz, mas pessoalmente não considero adequado e não o faria.

3) Por último quero rejeitar a insistência em notícias deste tipo, que procuram utilizar o facto de ser, como é público, adepto e sócio do Benfica para alimentar polémicas sobre acumulação de funções que já claramente rejeitei".


21
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas