Jaime Antunes: «Dizer que Rui Costa é uma marioneta deste ou daquele é um insulto»

'Vice' do Benfica diz que atual presidente pensa por si e dá exemplo do discurso de apresentação

A carregar o vídeo ...
Jaime Antunes diz que Rui Costa não é marioneta e dá exemplo do discurso de tomada de posse

Jaime Antunes, vice-presidente do Benfica, explicou este sábado todo o processo em torno da ascensão de Rui Costa à presidência das águias, logo após Luís Filipe Vieira ter suspendido as suas funções no clube por estar envolvido no processo 'Cartão Vermelho'. E recusou a ideia de Vieira, revelada pelo Correio da Manhã, de que Rui Costa foi obrigado a estar calado e que a culpa seria de José Eduardo Moniz.

"Ouço tantos dados que são mandados para a frente e que não são verdade e espero vir aqui esclarecer. Eu estive presente nessa reunião [da direção do clube]. Dizer que o Rui Costa é uma marioneta é uma coisa ridícula. A reunião da direção aconteceu para que Rui Costa tomasse a posse. Estando o presidente auto-suspenso, naquela altura, acionaram-se os estatutos do clube. Não era uma posse definitiva. Não havia nenhuma razão para se dizer isso. Ele evocou os estatutos. O artigo 61 é claro. O José Eduardo Moniz, como lhe compete por ser um responsável da área da comunicação, preparou um discurso para Rui Costa, esse discurso não foi feito logo em primeira linha por Rui Costa porque entendeu que não refletia a situação. Enfim, não interessa agora a razão. Os restantes vice-presidentes concordaram com Rui Costa. O Rui Costa leu, no relvado, um conjunto de notas que tomou pelo seu pulso. Dizer que Rui Costa é uma marioneta deste ou daquele é um insulto. Só pode ser dito por alguém que não conhece minimamente o Rui Costa", começou por dizer o vice-presidente das águias, em declarações ao programa Liga D'Ouro, da CMTV.

Por Record
35
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas