Jaime Antunes projeta regresso à formação e contesta críticas: «No Benfica não há ditadores»

Vice-presidente suplente da direção fala em "campanha negra"

• Foto: Miguel Baltazar/Jornal de Negócios

Jaime Antunes contesta as críticas que são feitas a Luís Filipe Vieira e a Rui Costa. O vice-presidente suplente da direção garantiu não haver "ditadores" no Benfica e frisou que os órgãos sociais funcionam de forma "colegial".

"Estou pela primeira vez na direção do Benfica desde há quatro meses. A direção tem reunido com muita regularidade, quase de 15 em 15 dias. Não me sinto inibido na direção do Benfica de levantar qualquer questão, de qualquer natureza. Portanto, nessa matéria, o que me dizem colegas meus que estão na direção há mais tempo, é que esta direção está funcionar como uma direção colegial, coletiva e claramente solidária quer com o presidente quer com o Rui Costa, que lidera o futebol. Não há ditadores. Quanto muito havia aqui sete ou oito ditadores que são todos os membros da direção. As decisão são tomadas em coletivo na direção. É assim que deve ser e assim que deve continuar", reiterou o dirigente em declarações à Antena 1.

Tarjas e descontentamento

"Quem está a liderar esta campanha negra, que tem pouca base de sustentação, utiliza apenas o descontentamento que os benfiquistas têm com os resultados do futebol. É um descontentamento compreensível e lógico. Estamos descontentes. Nós, na direção do Benfica, não somos diferentes. Também somos sócios do Benfica, também vivemos o Benfica e ainda mais porque estamos lá no dia a dia. A direção tomou posse há quatro meses. Ainda está a fazer agora muitos levantamentos de situações, a ver medidas que quer tomar. Acho que há aqui um aproveitamento de oportunidade da situação menos positiva que estamos a viver no futebol. Enfim, claramente estamos abaixo dos nossos objetivos e aquém das expectativas mas melhores dias virão."

Regresso à formação

"Tenho a certeza que o Benfica vai voltar à sua estratégia de apostar na formação. Nunca deixou de apostar. Obviamente, nos próximos tempos, vamos apostar na formação de uma forma mais visível, seja quem for o treinador. Obviamente o Jorge Jesus tem mais um ano de contrato. Com certeza, será para cumprir. A formação terá mais visibilidade no Benfica nos próximos tempos."

Objetivos para esta época

"Temos um plantel de alta qualidade, um treinador reconhecidamente competente. Esta conjugação de fatores só pode dar agora uma subida da nossa capacidade competitiva nos relvados. Acredito que esta segunda volta do Benfica vai ser completamente diferente da primeira. Título? O titulo está muito difícil. O Benfica, nessa matéria, só deve desistir quando as coisas forem impossíveis matematicamente. Nunca devemos desistir antes. Almejamos outras coisas também. Temos a Taça de Portugal. Não sendo possível o primeiro, o segundo lugar é fundamental. O Benfica tem de ir à procura desses objetivos."

Por Flávio Miguel Silva
39
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas