Jonas: «Temos um plantel qualificado para dar a volta a esta situação»

Avançado brasileiro espera que estes resultados não afetem

• Foto: Paulo Calado

Titular diante do V. Setúbal, o avançado brasileiro Jonas ficou em branco, tal como o Benfica, num duelo que, na sua ótica, a falta de eficácia da equipa esta noite orientada por Arnaldo Teixeira acabou por pesar na definição do resultado final.

"Na primeira parte não criámos tantas oportunidades e, depois, na segunda, com um resultado negativo, buscámos até ao final, mas faltou um pouco mais de tranquilidade para criar chances claras. Acabámos por perder... Eles fizeram um golo, fecharam-se bem e perderam muito tempo na segunda parte, mas isso faz parte. Não tivemos eficácia para fazer os golos e dar a volta ao resultado", começou por lamentar, na zona mista do Bonfim.

O que correu mal no Bonfim? Jonas explica
"Fase crítica... Foram dois resultados que não imaginávamos, pois saímos da Taça da Liga, que era um objetivo, e somámos uma derrota no campeonato. Mas acho que há muita competição, muita temporada. O Benfica até ao momento tem feito uma grande época. Estamos em primeiro, qualificado para os 'oitavos' da Liga dos Campeões, estamos na Taça de Portugal. Claro que foi um resultado negativo que não esperávamos, diminui a confiança, mas temos um plantel qualificado para dar a volta a essa situação", frisou o avançado, que aproveitou para recordar um facto... 'importante'.

"Se mantivermos esta vantagem... somos campeões. Ainda faltam muitos jogos, este é um campeonato muito difícil, onde as equipas menores vão querer tirar-nos pontos - a nós e aos outros. Será uma disputa até ao final, mas no campeonato português é assim. Uma disputa até final e vejo que este ano não será diferente", garantiu.

A finalizar, Jonas deixou claro que a pressão é algo que não é novidade e aproveitou também para lançar um apelo aos adeptos. "Pressão haverá sempre. Tínhamos uma vantagem de pontos, que agora diminuiu, mas estamos em primeiro ainda. Esses dois jogos não podem alterar aquilo que fizemos até aqui. Agora temos dois jogos em casa e vai ser importante jogar ao pé dos nossos adeptos. Eles têm feito a parte deles e, aqui, no final, foi um gesto importante deles em nos aplaudir. Precisamos deles para fazer bons resultados em casa", concluiu.

Por Fábio Lima
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas