Júlio César: «Benfica abraçou-me na pior dor do mundo»

Guarda-redes brasileiro recorda como o clube da Luz o ajudou a ultrapassar momento complicado

Júlio César, guarda-redes que saiu do Benfica já no decorrer desta temporada, passou a carreira em revista e falou de alguns dos episódios mais marcantes. Um deles foi a goleada (7-1) sofrida pelo Brasil diante da Alemanha, em pleno Mineirão, durante o Mundial de 2014. O guarda-redes considerou que foi um piores momentos da carreira e agradeceu ao Benfica por lhe ter dado a mão.

"Todos os que tiveram a oportunidade de participar naquele jogo fizeram uma reflexão para melhorar, para aprender algo. O mundo não parou ali, tivemos de encher o peito para seguir em cada dia a caminhada e os projetos, de olhar em frente. Foi quando o Benfica me abraçou", disse, frisando que nessa altura estava a passar pela "pior dor do mundo".

"Não sou hipócrita, os títulos são maravilhosos, mas o mais importante foi ter-me sentido querido. Obviamente não agradei a toda a gente, mas acredito que fui um jogador acarinhado pelos adeptos e isso não tem valor", acrescentou na entrevista à Globo.
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas