Júlio César sobre Jorge Jesus: «Taticamente ele é absurdo»

Ex-guarda-redes brasileiro ganhou um campeonato e uma Taça da Liga com o atual treinador do Benfica na Luz

A carregar o vídeo ...
Júlio César: «Com Jorge Jesus o Everton vai crescer muito técnica e taticamente»
Júlio César elogiou Jorge Jesus num programa de televisão brasileiro, onde também esteve Roger, igualmente ex-jogador dos encarnados. O antigo guarda-redes recordou a época em que se cruzou com o ex-treinador do Flamengo e atual técnico das águias na Luz, em 2014/15.

"Gosto muito do trabalho dele, é um treinador que realmente tem algo de diferente, não desmerecendo obviamente os outros. O Mourinho passou num ápice pela minha carreira. Por coincidência dois portugueses... Foi uma época vitoriosa com ele no Inter, mas entre o Mourinho e Jesus, três dedos acima para o Jesus...", explicou o antigo guarda-redes.

Com Jorge Jesus, Júlio César ganhou o campeonato e a Taça da Liga. "Taticamente ele é absurdo! É um homem que respira futebol 24 horas por dia. Ele costuma dizer 'jogar à bola toda a gente joga, agora entender o jogo poucos entendem'. Lembro-me que quando cheguei ao Benfica, no primeiro ano aprendi muita coisa, coisas que jamais imaginaria que poderia aprender estando no final de carreira, com 34 anos e vários títulos conquistados. Em termos de gestão o Jorge Jesus é um homem que sabe muito."

Roger também recordou a sua passagem pela Luz e falou de Everton Cebolinha. "O Júlio, e agora o Cebolinha, conheceram um Benfica muito diferente do que eu conheci. Hoje o Benfica tem um centro de treinos espetacular, um dos maiores e melhores do mundo. Têm a estrutura e as condições dos maiores clubes europeus. Assim é mais tranquilo para os profissionais se adaptarem. Eu torço muito pelo Cebolinha, acho que ele é muito talentoso. Vai dar certo por lá, sem dúvida nenhuma!"
Por Record
33
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Otamendi atrasa saída de Ferro

Nélson Veríssimo mantém central até à final four da Allianz Cup, pois com o argentino de fora, ficaria apenas com Morato e Vertonghen

Notícias

Notícias Mais Vistas