Luís Bernardo: «Um diretor de comunicação deve ser reservado»

Responsável das águias critica rivais

• Foto: Fernando Ferreira
O diretor de comunicação do Benfica, Luís Bernardo, criticou esta segunda-feira os rivais de Sporting e FC Porto, deixando muitas indiretas às intervenções de Nuno Saraiva e Francisco J. Marques.

"Sou muito crítico do excesso de visibilidade dos diretores de comunicação. Quem deve ser a imagem pública de um clube é o presidente, os seus órgão sociais, os jogadores e os técnicos. O
diretor de comunicação de um clube deve ser reservado e só aparecer em circunstâncias muito específicas", afirmou o responsável das águias na BTV, que espera que o protagonismo de quem está no cargo seja outro.

"Nesta casa, ao contrário de outros sítios, não é preciso recados de quem deve falar em nome do futebol. O diretor de comunicação aqui não vive só para dizer mal de outro clube. O diretor de comunicação não é um animador, uma espécie de comando com a faca nos dentes a atacar os adversários. Deve ser o coordenador de trabalho de uma vasta equipa", disse.
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas