Nélson Veríssimo: «Hoje acabámos por abrir uma porta para aquilo que é o futuro»

Treinador analisou último encontro à frente dos encarnados e a aposta em jovens

Nélson Veríssimo: «Saio com a consciência de que tudo fiz»
A vitória do Benfica em Paços de Ferreira ditou o adeus de Nélson Veríssimo ao banco dos encarnados. O técnico ribatejano das águias falou, primeiramente, do porquê de apostar num onze com jogadores menos utilizados.

"Dá um gozo especial porque o objetivo passava por terminar com uma vitória diante de uma equipa que fez uma liga tranquila. Sabíamos que tínhamos de estar muito bem para vencer. Apresentámos um onze diferente, com jogadores mais jovens. Não é uma questão de oportunidade, é uma questão de se acreditar no valor que têm. Em determinados momentos há a possibilidade de se apostar em jogadores mais novos e eles tiveram uma excelente resposta. Há um conjunto de jogadores que estão na equipa B, sub-19, sub-23 e mais além, que não tiveram a oportunidade de estarem aqui. Uns estiveram no jogo com o FC Porto B e estiveram muito bem. Também tinham capacidade para estar aqui. É uma questão de oportunidade relativamente às necessidades da equipa. Os jogadores deram uma resposta muito boa. Não me posso esquecer dos mais velhos que estiveram cá presentes e mesmo quem não esteve, trabalhou ao longo da semana, dando um forte contributo para que as coisas tivessem corrido bem", começou por dizer à Sport TV.
Análise ao jogo

"Foi um jogo aberto. Os dois guarda-redes estiveram na minha opinião muito bem. Recordo-me do Helton ter feito duas ou três defesas, o André [Ferreira] impediu que dilatassemos a vantagem que tínhamos. Foi um jogo disputado, aberto, com duas equipas que tornaram o jogo muito competitivo porque quiseram assumir o jogo com bola. Foi interessante de seguir. A vitória acaba por ser justa para o nosso lado."


Nostalgia por ser o último jogo?

"Não. Tenho um sentimento de que a missão não foi cumprida na medida em que nós não conseguimos conquistar nenhum título. Saio com a consciência de que tudo fiz e tudo nós fizemos para que o desfecho fosse outro. Saio satisfeito por aquilo que foi a atitude e a postura dos jogadores, nomeadamente os mais velhos e os mais novos e a ligação que criaram entre eles. Hoje acabámos por abrir uma porta para aquilo que é o futuro. Comentei na palestra com os jogadores que este não seria o último jogo da época mas o primeiro jogo da época seguinte. Abrimos aqui a porta para aquilo que pode ser o futuro da época seguinte e agora é continuar em frente."
Por Flávio Miguel Silva
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Benfica ainda acredita

Mahamadou Keita acredita que a equipa 3ª classificada tem uma palavra a dizer ainda antes de visitar no próximo sábado o líder FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas