Pizzi: «Se não fossem aqueles 15 minutos...»

Diz que a estratégia das águias foi por água abaixo

• Foto: EPA

Pizzi lamentou a derrota do Benfica no terreno do Nápoles, dizendo que foram alguns erros das águias que ditaram este desfecho.

"Acho que a equipa entrou bem, com personalidade, mas o Nápoles foi lá uma vez e fez um golo de bola parada. A equipa continuou a trabalhar, a ter a bola e a procurar as oportunidades mas não as concretizámos. Depois é verdade que em 15 minutos na segunda parte sofremos três golos e é claro que isso deitou um bocado a perder a nossa estratégia. Se não fossem esses 15 minutos tínhamos feito um grande jogo mas agora é tentar não pensar nisso, pensar nos erros que cometemos e dar a volta com o Feirense", referiu à Sport TV.

Questionado sobre se as novidades táticas de Rui Vitória influenciaram negativamente a equipa, o médio recusou essa ideia e salientou a atitude dos jogadores: "Acho que não. Trabalhámos para vir aqui neste sistema, tivemos azar numa bola parada que destruiu a nossa estratégia. Todos estão disponíveis e preparados para jogar e a verdade é todos mostraram raça e vontade de ganhar. Só tivemos alguns erros que não nos permitiram ganhar".

Por fim, o jogador abordou a possibilidade de ser chamado por Fernando Santos para os próximos compromissos da Seleção Nacional: "Trabalho todos os dias para dar o meu melhor em prol do Benfica e chegar à Seleção, mas isso depende do selecionador. Gostaria de estar presente e vou dar o melhor de mim, e o que vier será bem-vindo".

Por João Soares Ribeiro e Luís Miroto Simões
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas