Rafa do céu ao inferno: marcou, falhou dois golos 'cantados' e foi 'salvo' pelo colega de posto

Extremo viveu sentimentos mistos no encontro com o Estoril

Rafa não perdoou e abriu as hostilidades na Amoreira

Rafa esteve em grande evidência no Estoril-Benfica. O extremo encarnado abriu o marcador, com um golo pleno de velocidade e oportunismo, mas quase baixou ao inferno depois. Aos 58', desperdiçou na cara do guarda-redes canarinho a hipótese de fazer o 0-2 e, dez minutos depois, já com o resultado empatado, voltou a falhar no duelo apenas com Renan.

Quando parecia que as águias iam caminhar para um empate que deixaria o FC Porto com as portas do título escancaradas, eis que o 'adversário de posto' de Rafa, Eduardo Salvio, que havia entrado na segunda parte, marcou o golo do triunfo e 'salvou o colega, que viveu sentimentos mistos na Amoreira.
Rafa surgiu na cara do guarda-redes mas desperdiçou
Rafa voltou a perdoar no cara a cara com Renan

16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas