Rápido, inteligente e com detalhes de craque: Futre explica em Espanha como é João Félix

Antigo futebolista considera que jogador do Benfica tem condições para ser o sucessor de Griezmann nos colchoneros

Paulo Futre teceu rasgados elogios a João Félix numa entrevista concedida ao jornal espanhol 'As'. O antigo internacional português, 'ex-estrela' do Atlético Madrid, explicou também como pode o jovem do Benfica, que é pretendido pelos colchoneros, encaixar no esquema tático de Diego Simeone.

"Não parou de me surpreender a cada jogo que vi. Desde o momento em que o Benfica mudou de treinador e o Bruno Lage apostou 100 por cento nele. Mesmo nos encontros que não sobressaiu, deixou sempre algo que nos faz pensar que é difeente. Tem detalhes de craque", explicou Paulo Futre.

"Parece que não é muito forte, que é um miúdo magrinho, mas surpreendeu-me, por exemplo, o seu jogo aéreo. E sendo dextro, chamou muito a atenção o seu pé esquerdo. Conduz muito bem a bola e remata com o pé esquerdo de fora da área. É fortíssimo no 1x1 e, com espaço entre linhas, é um jogador brutal. Tem um último passe perfeito. Além disso é rápido e inteligente. Faz com que aconteçam coisas no ataque", elogiou.

Mas não será um peso demasiado grande assumir o papel de substituto de Antoine Griezmann na equipa do Atlético Madrid aos 19 anos? "O Benfica é um grande clube. É verdade que ele aqui não tem grande pressão porque é jogador da casa, mas não deixa de ser o Benfica. Estreou-se pela equipa principal e já teve de disputar jogos com o estádio cheio, em casa e fora. Quando ele começou a jogar com maior regularidade na equipa, o FC Porto tinha uma vantagem considerável. Ele foi importante na recuperação do Benfica. Parece-me que tem fibra e raça de vencedor." 

Futre não duvida das capacidades físicas de João Félix. "Fez praticamente todos os encontros desde que começou a jogar. Disputou também a Liga Europa, onde esteve bem, tem 19 anos. Fisicamente ainda está a desenvolver-se, tem dois ou três anos para 'construir' o corpo que terá até ao final da sua carreira. Aconteceu comigo, com 17,18 ou 19 anos não tens o corpo que vais ter depois ao longo da carreira. Estás em crescimento. Aos 21 ou 22 já tinha a estrutura física que depois mantive até pendurar as botas", lembrou o antigo avançado ao 'As'.

E como João Félix poderia encaixar no esquema tático de Diego Simeone? "Acho que é mais difícil a integração de jogadores como o Griezmann, que chegam ao Atlético mais velhos e com hábitos adquiridos. Para um miúdo de 19 anos é mais fácil adaptar-se a qualquer sistema do que um jogador que traz mais bagagem."

A posição ideal para João Félix em campo é "atrás do do ponta de lança". "Com liberdade de movimentos para descair para as alas e colocar em prática o 1x1. Entre linhas, à procura de espaços, é devastador. Constitui uma dupla ameaça: um bom disparo de meia-distância e pode surpreender com o último passe. Sem esquecer o 1x1, insisto. Tem virtudes de craque. Mas nunca o vi jogar sem uma referência ao lado, sem um 9 puro, mas creio que o podia fazer. Até podia jogar a 9."

34
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas