Roger Schmidt: «Mostrámos o que queremos mostrar: um futebol corajoso, a acreditar em nós mesmos»

Técnico do Benfica diz que águias estão em boa posição, mas alerta que nada está fechado

A carregar o vídeo ...
Roger Schmidt: «Defesas jogaram como bons amigos»
Roger Schmidt mostrou-se globalmente satisfeito com o desempenho da equipa do Benfica diante do Paris SG, num jogo no qual os encarnados empataram a um golo.

"Foi um grande jogo, contra uma grande equipa, em que tudo era possível, ganhar ou perder... Mas o empate é justo. No global mostrámos o que queremos mostrar. Um futebol corajoso, a acreditar em nós mesmos. Fiquei muito feliz pela performance, pela paciência. A atmosfera no estádio foi inacreditável, foi um grande jogo de Champions", começou por dizer, à ELEVEN, deixando depois um comentário curioso sobre se este tinha sido o jogo com melhor ambiente na Luz: "Até agora sim, mas acredito que ainda têm potencial".

Com 7 pontos, o Benfica acaba a primeira volta deste grupo no 1.º lugar, em igualdade com o Paris SG, e o alemão assume que a posição é boa... mas não definitiva. "Depois do sorteio ficou claro que este é um grupo muito difícil. Chegámos ao ponto intermédio, com três jogos jogados. Estamos numa boa posição, mas nada está fechado. Temos de jogar um jogo difícil em Paris, depois mais dois jogos. Acho que tudo é possível. Mas enquanto estivermos numa situação em que dependemos apenas de nós..."

Por fim, o técnico falou da sua postura sempre calma no banco. "Estou sempre a pensar no que posso fazer para ajudar a equipa. Estou focado, mas sou também muito emocional. Há momentos em que podíamos marcar golos decisivos. Mas no final tenho de estar pronto para tomar decisões, substituições ou mudanças táticas. É esse o meu trabalho durante o jogo".
Por Record
40
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas