Rui Costa: «Não permito que me considerem um banana»

«Não se chega a fazer tudo aquilo que fiz na vida só porque sim», diz o administrador da SAD do Benfica

• Foto: Paulo Calado

Rui Costa assume ser um "privilegiado" dentro do Benfica. Em entrevista ao Tribuna Expresso, o administrador da SAD dos encarnados demarca-se que quem diz que está a ser usado plor Luís Filipe Vieira, recordando tudo o que fez no clube. E admite que só há duas pessoas que o "usam na vida".

"Sou um privilegiado dentro deste clube. Mas só há duas pessoas que me usam na vida, que são os meus filhos. Mais ninguém. São os únicos que conseguem tirar-me o 'não' da boca. Posso estar aqui a dizer três vezes 'não' e eles conseguem levar-me ao 'sim'. Portanto, para aqueles que dizem que sou usado, a minha história de vida se calhar não é diferente de muitos outros jogadores de futebol ou cidadãos, mas eu tenho orgulho nela. Não nasci rico, nasci numa cave na Damaia, lutei toda a minha vida para ser jogador de futebol no Benfica, cheguei a jogador do Benfica, fui para o estrangeiro, estive 12 anos no campeonato mais importante da altura, fui campeão europeu, fui 94 vezes internacional português, fui capitão em todas as minhas equipas, passei a diretor desportivo do Benfica, passei a administrador, fui convidado para ser o número dois da direção de Luís Filipe Vieira e isto não se faz a ser usado por ninguém. Isto não se conquista a ser banana para ninguém. Conquista-se com aquilo que sou, com a responsabilidade que sempre assumi na minha vida em tudo o que faço, quer no Benfica, quer na minha casa, quer nas minhas empresas, quer com a minha família, quer com os meus amigos. Portanto, não permito que me considerem um banana. Não se chega a fazer tudo aquilo que fiz na vida só porque sim", afirmou.

Por Record
55
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas