Rui Gomes da Silva: «O jogo de sábado é o retrato de tudo o que não deve ser o Benfica»

Ex-candidato à presidência lembra também erros cometidos durante toda a época, nomeadamente ter mantido um "treinador ultrapassado e de mau carácter"

• Foto: Paulo Calado
Rui Gomes da Silva, antigo candidato à presidência do Benfica, deixou, numa publicação no blog 'Novo Geração Benfica', muitas críticas à direção das águias, visando a gestão do clube.

"Hoje, continuam a mandar no Benfica os que mandaram nos últimos anos! Os que trouxeram jogadores pelo dobro do preço que custavam três meses antes, os que, com a conivência de quem lá está (precisamente para isso), impediram vendas porque as não faziam, os que publicitaram vendas por valores que se sabia serem falsos (hoje esses jogadores nem 20 por cento valem do preço de mercado então anunciado), os que anunciaram vendas mirabolantes que hoje nos obrigam a comprar as sobras do mercado europeu a preços de grandes produtos futebolísticos (mas que ninguém quer em lado nenhum)", começou por referir.

E prosseguiu: "O jogo de sábado é o retrato de tudo o que eu penso que não deve ser o Benfica. O problema não são os dois centímetros de sábado! São os quilómetros de entrega, de abnegação da imagem ideal de cada um, da sobreposição do negócio e das fidelidades a interesses alheios, em relação à defesa intransigente, verbalizada é dita na cara de quem manda! Eu sei que há outros erros, como o de perder pontos inexplicavelmente (então, em casa, tantas vezes), como o de ter mantido um treinador ultrapassado e de mau carácter (aumenta exponencialmente a probabilidade do erro), ou ter três pessoas para cada função (por razões eleitorais ou de ligações a empresários) na estrutura, tudo isso gerador de disfuncionalidades no sistema, etc, etc…".

Rui Gomes da Silva deixou também críticas ao silêncio dos responsáveis do Benfica relativamente às arbitragens. "Durante uma época contentámo-nos com graças na 'Benfica News', sem que nenhum VP ou membro da estrutura - eu diria que deveriam ter sido todos - se pronunciasse sobre arbitragens (com uma única exceção, isolada e sem qualquer enquadramento nem continuidade)".
Por Record
50
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas