Rui Vitória: «Acabar o jogo com seis jogadores da formação é um sinal importante»

Treinador sublinha aposta nos jovens

• Foto: Ricardo Almeida

Rui Vitória analisou o jogo desta quinta-feira diante do Sertanense para a Taça de Portugal elogiando a prestação dos seus jogadores e do adversário. Para o técnico do Benfica, foi importante não cansar os jogadores que não estiveram presentes com vista à Liga dos Campeões e, ao mesmo tempo, acabar a partida com tantos jogadores da formação em campo.

Análise ao jogo

O resumo do Sertanense-Benfica (0-3)
"O Sertanense tentou controlar o processo defensivo, nós não queríamos perder a bola e os jogos acabam por ter esta dinâmica. Mas aparecendo o primeiro golo, as coisas podiam tornar-se diferentes. Mas para o que queríamos - a possibilidade de pôr jogadores a jogar, que têm trabalhado bem e estão prontos para competir, alguns aumentar ritmo - o objetivo foi alcançado. Uma palavra de valor ao que fez o Sertanense, é sinal de que há qualidade nas equipas deste país e têm estes momentos para se mostrarem. Acabámos com seis portugueses, o Yuri jogou há 48 horas pela Seleção, o Alfa como central, o Jonas fez o primeiro golo, o Ferreyra fez um golo que estava limpo…".

Rui Vitória fala em "mais do que um triunfo": os 11 jogadores que diz ter ganho
Jonas

"É um jogador de valor e que queremos que vá ganhando esta confiança porque tem qualidades que acrescentam à equipa. Frisei o Jonas mas os meus jogadores são jogadores campeões, ficou quase outro grupo de fora e este deu uma reposta, trabalhou, lutou. Às vezes não é fácil jogar contra estes adversários. Temos um jogo na terça-feira da Liga dos Campeões, mas foi bem conseguido".

Rui Vitória explica por que motivo Samaris foi capitão do Benfica
Conti e Ferro de fora

"O Conti tinha uma limitação e não podemos correr riscos, até porque na terça-feira não temos abundância de centrais. O Ferro porque quis ter jogadores de mais pendor ofensivo no banco. O Ferro seria o sétimo mas seis jogadores da formação a acabar o jogo é um sinal importante. Este é o futuro, temos seis a jogar uma Taça, daqui a três ou quatro anos terão muitos jogos em cima".

Segue-se o Ajax

"São realidades diferentes. Queremos muito ir a Amesterdão para ganhar. Conseguimos preparar os jogadores que não estiveram cá sem cansaço."

Jota estreia-se pelo Benfica: os jovens da formação lançados por Rui Vitória
Renato Sanches (2015/16)
Ederson (2015/16)
André Horta (2015/16)
Nuno Santos (2015/16)
Yuri Ribeiro (2016/17)
José Gomes (2016/17)
Kalaica (2016/17)
Pedro Pereira (2016/17)
Bruno Varela (2017/18)
Diogo Gonçalves (2017/18)
Ruben Dias (2017/18)
João Carvalho (2017/18)
Gedson Fernandes (2018/19)
João Félix (2018/19)
Jota (2018/19)
Renato Sanches (2015/16)
Ederson (2015/16)
André Horta (2015/16)
Nuno Santos (2015/16)
Yuri Ribeiro (2016/17)
José Gomes (2016/17)
Kalaica (2016/17)
Pedro Pereira (2016/17)
Bruno Varela (2017/18)
Diogo Gonçalves (2017/18)
Ruben Dias (2017/18)
João Carvalho (2017/18)
Gedson Fernandes (2018/19)
João Félix (2018/19)
Jota (2018/19)
Renato Sanches (2015/16)
Ederson (2015/16)
André Horta (2015/16)
Nuno Santos (2015/16)
Yuri Ribeiro (2016/17)
José Gomes (2016/17)
Kalaica (2016/17)
Pedro Pereira (2016/17)
Bruno Varela (2017/18)
Diogo Gonçalves (2017/18)
Ruben Dias (2017/18)
João Carvalho (2017/18)
Gedson Fernandes (2018/19)
João Félix (2018/19)
Jota (2018/19)

Por Luís Miroto Simões
7
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas