SAD do Benfica apresenta prejuízo de mais de 17 milhões de euros em 2020/21

Águias prestaram contas em comunicado enviado à CMVM

• Foto: Francisco Paraíso/Arquivo
A Benfica SAD anunciou um prejuízo de 17,4 milhões de euros relativamente ao exercício de 2020/21, em comunicado enviado esta quarta-feira à CMVM. No relatório apresentado, as águias lembram que este resultado "foi obtido num período de extraordinária complexidade, sujeito aos impactos da covid-19, para além da não participação na Liga dos Campeões e do forte investimento realizado no plantel de futebol".

O conjunto da Luz revela que os rendimentos operacionais )(excluindo transações de direitos de atletas) caíram 32,8% em relação ao período homólogo, algo que justifica essencialmente "pela inexistência de receitas de matchday, devido à realização de jogos sem público, e pela redução dos rendimentos com prémios distribuídos pela UEFA".

No plano positivo, as águias destacam o facto de este período ter marcado o terceiro exercício de sempre no que a vendas diz respeito, com 100 milhões de euros. Ainda assim, em comparação com o exercício anterior, as águias passaram dos 145M€ para os 100M€.

Por outro lado, o passivo da SAD do Benfica aumentou em 16,5% face ao final do período homólogo, passando aos 379,6 milhões de euros, algo que as águias justificam pelas "variações ocorridas nas rubricas de empréstimos obtidos e de fornecedores e outros credores, em resultado do investimento no plantel de futebol". Quanto ao ativo, subiu 7,4%, para 523,3 milhões de euros, "ultrapassando pela primeira vez a barreira do 500 milhões de euros".
Por Flávio Miguel Silva
73
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas