Saiba como Rui Vitória trabalha na paragem das seleções

Técnico explica que estes períodos são especiais

• Foto: Vitor Chi
Depois da paragem para os jogos das seleções, Rui Vitória volta ao banco para orientar o 'seu' Benfica. Um período de interrupção das partidas nacionais que, na ótica do treinador, é sempre "especial", nomeadamente devido ao facto de, ao contrário de outras equipas, os encarnados ficarem sem vários jogadores.

"Estas paragens têm sempre algo mais especial para nós. Porque ao contrário de outras equipas, que têm todos os jogadores à disposição, nós não temos essa possibilidade. As pessoas ficam com uma ideia que aproveitamos para trabalhar aspetos de organização, mas quando ficamos sem cinco, seis ou sete jogadores, tudo perde sentido. Aproveita-se para recuperar jogadores, mas quem diz que é uma grande evolução na organização, é difícil. Depois, há ainda todas as circunstâncias: jogadores que fazem viagens inter-continentais, jogadores que mudam a sua metodologia de trabalho; uns jogam, outros não; uns chegam num dia, outros noutro. Para nós, o trabalho é mais difícil. Tem é a parte benéfica que é a possibilidade de acrescento de tempo na recuperação de jogadores", analisou, à BTV.
Por Filipe Pedras
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas