Shéu e a 'mais-valia' Matic: «Até parecia que as duas pernas ocupavam aquele meio campo»

Glória do Benfica veria com bons olhos o regresso do sérvio. Sobre Pizzi, acredita que capitão possa terminar carreira na Luz

"É uma marca". É desta forma que Shéu define o papel de Pizzi no Benfica, numa altura em que, como avança Record esta quinta-feira, o capitão admite deixar os encarnados no final da temporada, dando novo rumo à carreira.

"O Pizzi é daqueles jogadores que é uma marca e que todos hoje podemos constatar onde podemos passar. Como capitao dá-lhe ainda mais essa dimensão. Aprecio jogadores como ele e provavelmente poderá ficar acabar a sua carreira no Benfica. Se está triste? Não me parece. É um jogador que empresta qualidade", afirmou à Rádio Renascença.

Já sobre Matic e o facto do sérvio não rejeitar um regresso à Luz, a antiga glória do Benfica sublinhou que a ideia lhe agradava.

"Lembro-me perfeitamente da sua chegada, da dificuldade de adaptação, mas muito rapidamente foi evoluindo e atingiu um patamar que permitiu que fosse transferido para um colosso europeu. Se estiver nas condições exigidas na altura, com certeza que sim que nos agrada imenso. Pela sua estatura e imagem que transmitia até parecia que as duas pernas ocupavam aquele meio campo. Dominava a zona, através da sua visão de jogo e da qualidade que transmitia e transmite ainda hoje. É um equilibrador. Mas depende sempre do jogo que uma equipa pretende".

Shéu sublinhou ainda notar uma "maior coesão" nos jogos do Benfica. "A equipa foi muito castigada pela pandemia e não deixou que as coisas corressem de forma linear e a todo o momento estamos à espera que a recuperação aconteça, o que já se nota aqui e ali".

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas