Sokota no Benfica por quatro épocas

BENFICA APRESENTA SÉTIMO REFORÇO

Chegou a Lisboa na sexta-feira e por aqui ficou enquanto decorriam as negociações visando a sua transferência do Dínamo Zagreb para o Benfica. Tomo Sokota, um avançado que há meses esteve na órbita do Sporting, é o sétimo reforço dos encarnados, tendo assinado contrato por quatro anos
Sokota no Benfica por quatro épocas • Foto: João Trindade
Tomo Sokota, um avançado croata de 24 anos, é o sétimo reforço do Benfica para 2001/2002. O jogador, uma jovem esperança que Mirko Jozic tem em boa conta e que, no último Inverno, chegou a fazer testes médicos no Sporting, custou 250 mil contos, a pagar em dois anos, e assinou um vínculo válido pelas próximas quatro épocas.

Já confirmada a aquisição do atacante croata, antecipada segunda-feira por Record, faltam mais cinco ou seis apresentações na Luz. A juntar às de Mantorras, Cabral, Drulovic, Argel, Quim Berto e Andersson.

O jogador croata tinha chegado na sexta-feira a Lisboa, onde as negociações decorreram no fim-de-semana. Durante esse tempo, Sokota esteve incógnito na capital, a exemplo do que já se tinha passado quando esteve a fazer testes médicos no Sporting, no último Inverno.

Na altura, a transferência não se fez porque os leões avançaram para Tello e ficaram sem meios para adquirir o passe do croata.

Contratado Sokota, faltam ainda mais quatro ou cinco jogadores na Luz. Zahovic e Bjorklund continuam nas cogitações, tendo o Valencia confirmado ontem a existência de negociações. Assim, é possível que os próximos dias tragam novidades.

Claudiomiro é também uma hipótese. O Benfica está a pressionar o Santos com o silêncio: há uma proposta (20 mil contos) e uma contra-proposta (100 mil contos) apresentadas e ambos os clubes estão agora a ver quem cede primeiro.

Aliás, o jogo de paciência está também a vigorar no caso de Rui Bento. Luís Filipe Vieira, o «patrão» do futebol do Benfica, ligou a Jorge Manuel Mendes, empresário do jogador, pedindo o adiamento da resolução do caso até quarta ou quinta-feira, após a resolução de alguns casos mais urgentes.

Esta é, aliás, a táctica do Benfica neste defeso. Nalguns casos os resultados têm sido satisfatórios, noutros saiu desiludido. Foi isso que sucedeu com Mário Silva. Os encarnados apresentaram ao Nantes uma proposta de empréstimo do jogador por um ano, pelo que se propunham pagar 40 mil contos, mas o FC Porto adiantou-se e foi ao encontro das exigências do clube francês, comprando o passe do jogador por 450 mil contos.

O Benfica tem agora à frente o desafio de encontrar outro lateral-esquerdo para o plantel. Além de um defesa-central que jogue do lado esquerdo, um polivalente que jogue na defesa e no meio, um médio-direito e um médio-centro ofensivo.
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas