Tianjin Quanjian em Lisboa com 45 milhões para levar Mitroglou

Emissário do clube chinês estará em Portugal a tentar fechar transferência

• Foto: LUSA

Um dia depois de ter apontado um dos melhores golos da sua carreira - no triunfo do Benfica por 1-0 sobre o Sp. Braga -, o avançado Kostas Mitroglou volta a surgir no radar chinês. Segundo informações veiculadas esta segunda-feira no seu país natal, em Lisboa está por estes dias um emissário do Tianjin Quanjian, disposto a fazer tudo para levar o dianteiro helénico para o futebol asiático.

De acordo com o jornal 'Contra', recentemente o Benfica terá recusado uma oferta de 30 milhões de euros pelo grego, algo que, mesmo assim, não parece ter feito os chineses desistir. É que, sempre segundo o mesmo jornal, a equipa comandada por Fabio Cannavaro estará disposta a subir a parada e chegar-se aos 45 milhões de euros presentes na cláusula de rescisão do dianteiro grego, de 28 anos.

Caso essa oferta chegue mesmo à Luz, o Benfica vê-se obrigado a aceitá-la, passando depois a 'batata quente' para as mãos de Mitroglou. E, aí, refere o 'Contra', a vontade do avançado não passa por seguir para o futebol asiático, já que por agora se sente feliz em Lisboa, onde é elemento preponderante no líder da Liga NOS.

De referir que o mercado na China encerra apenas a 28 de fevereiro, pelo que é bastante provável que até lá surjam mais novidades sobre esta e outras possibilidades.

China sempre atenta

O 'ataque' a Mitroglou segue-se a outros já efetuados pelos endinheirados conjuntos chineses no plantel do Benfica, ainda que, até ao momento, todos tenham sido sem sucesso. Primeiro foi Jonas e depois Raúl Jiménez, mas ambos continuaram a representar as águias, não sendo seduzidos pelos (muitos) milhões vindos do Oriente.

Por Fábio Lima
15
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.