Vlachodimos assume vontade de deixar o Benfica: «Estou pronto para seguir em frente»

Guarda-redes em declarações à imprensa grega

Vlachodimos assume esta quinta-feira, em entrevista à 'Sport24', o desejo de deixar o Benfica no final da temporada.

"Estou pronto para seguir em frente, é algo que quero agora. Ganhei o meu espaço, conquistei títulos, tive grandes sucessos, joguei na Liga dos Campeões e na Liga Europa. O Benfica deu-me muito, ajudou-me muito a crescer mas julgo que estão reunidas as condições para dar o próximo passo", refere o guarda-redes.

"Acho que o clube está pronto a discutir qualquer proposta que seja feita. Isto é também parte das condições que, de uma maneira geral, amadureceram", diz.

Vlachodimos define que o próximo clube tem de ter ambição e estatuto: "Não se deixa uma equipa como o Benfica por menos", afirma, explicando que tem de ser um clube de top da Europa que lute "sempre por títulos e tenha uma presença constante nas competições internacionais".

Questionado se tem preferências sobre o campeonato alemão, o guardião grego garante que "não" e que a decisão a tomar  não será condicionada pela ligação que tem a esse país.

Vlachodimos recorda o atribulado de 31 de agosto de 2017, dizendo ter sido apanhado de supresa com a possibilidade de rumar à Luz de imediato.

"Não fazia ideia da proposta nem do interesse do Benfica. Só descobri às 5 da tarde ao entrar no centro de treinos. As pessoas começaram a perguntar-me o que estava a fazer ali e mandaram-me para a direção para conversar. Até aquele momento não sabia de nada."

O guarda-redes fala de horas de muito stress e de como ficou nas instalações do Panathinaikos "até às duas da manhã". "Estavam em causa procedimentos demorados, que não podiam ser concluídos em poucas horas, principalmente com as condições que foram criadas então. Claro que queria ir, não tive dúvidas mesmo sem falar com ninguém do Benfica. Porém, não alcançámos os prazos apesar de todos os esforços".

Vlachodimos considera que a decisão de ficar no Panathinaikos mais uma temporada foi a correta: "Joguei mais uma época, ganhei mais experiência e fui muito mais bem preparado para o Benfica."

O guardião acrescenta que o acordo para vestir de encarnado alcançado meses depois foi vantajoso. "Tivemos tempo para discutir sem pressão, os clubes levarem em consideração todos os parâmetros, tudo o que era necessário para concretizar a transferência e para que o acordo fosse o melhor para todas as partes", explica.

Vlachodimos garante que desde o primeiro minuto sentiu que o Benfica era o "passo certo". "Nunca duvidei de mim mesmo", sustenta, frisando que a pressão "é o que empurra qualquer um para se tornar melhor".

O jogador grego descreve ainda o ambiente da Luz como "fantástico", "realmente único" e diz que não esquece especialmente o que acontece quando são dérbis, "uma sensação e experiência ímpares".

Por Record
30
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas