Contornar o favoritismo com um sorriso rasgado

Axadrezados defrontam o Rio Ave

• Foto: José Moreira

No Bessa, a fuga à linha de água continua a ser a prioridade e, depois da derrota frente ao líder Sporting, o técnico Erwin Sánchez não teve problemas em endossar o favoritismo ao Rio Ave para a jornada que se avizinha, apesar de defender que "o Boavista tem de dar tudo em campo para deixar uma boa impressão e sair do jogo com um sorriso rasgado".

"O Rio Ave está em várias frentes porque tem boas alternativas quer jogue A, B ou C", referiu o responsável boliviano, reconhecendo que "a capacidade do adversário serve de motivação extra para correr atrás dos pontos, mas a responsabilidade do Boavista é a mesma de sempre": "Para mim o Pedro Martins está a fazer um trabalho muito bom no Rio Ave, até porque está lá há três anos, enquanto nós estamos aqui há dois meses, pelo que não me custa nada ser realista e reconhecer que o adversário está uns degraus acima e parte um bocadinho à nossa frente."

Uma frontalidade que Erwin Sánchez garante "não ter influência na ambição. O nosso caminho é ir atrás dos pontos porque as contas são feitas um jogo de cada vez", concluiu.

Por Pedro Malacó
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas