Daniel Ramos deu 'raspanete' ao intervalo: «A segunda parte foi bem diferente para melhor»

Treinador do Boavista assume que não gostou do que viu no primeiro tempo em Portimão

Na análise à derrota do Boavista em casa do Portimonense, Daniel Ramos mostrou-se desagradado pela forma como a sua equipa se apresentou, especialmente na primeira parte, onde diz mesmo que os axadrezados deram "de avanço". Tudo mudaria após o intervalo, depois de um 'raspanete' dado no balneário, conforme o próprio assumiu.

"Começámos mal. Uma boa primeira parte por parte do Portimonense e nós não conseguimos, com a exceção dos primeiros minutos, estar agressivos. Não fomos sólidos e demos muito tempo para o Portimonense circular e encontrar caminhos de aproximação à nossa baliza. Faltou-nos agressividade, mais duelo, intensidade, procura de espaços soltos, com os jogadores a não darem as linhas de passe que deviam, a não fazer aquilo que nos propusemos e daí uma má primeira parte.

Não estou nada contente e disse-o aos jogadores ao intervalo que não me revia nada em relação àquilo que estávamos a fazer. A segunda parte foi bem diferente para melhor. Todos os jogadores que entraram, entraram bem no jogo, tivemos mais alma, mais determinação, mais coragem para encontrar caminhos, para arriscar e isso foi notório à medida que o tempo foi passando e nós fomos mandando no jogo.

Percebíamos que se fizéssemos um golo entrávamos no jogo, percebíamos que estávamos próximo de marcar. Fizemo-lo em situação de desvantagem, mesmo com menos um jogador a equipa continuou a ter grande caráter, determinação, a ambição e até ao final poderíamos ter chegado ao empate.

Uma primeira parte de avanço, uma vantagem grande, difícil de anular, dois golos, num jogo importantíssimo".
Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas