Jorge Loureiro nega agressão: «Talvez a pessoa que me acusa esteja a fazer o que Raphinha fez no campo»

Membro do Conselho Geral do Boavista desmente acusações do Sporting

• Foto: José Gageiro/Movephoto
Jorge Loureiro negou ter agredido Miguel Nogueira Leite, membro do Conselho Diretivo do Sporting, na tribuna presidencial do Bessa depois do Boavista-Sporting (1-2) de sábado. Em comunicado, o membro do Conselho Geral dos axadrezados afirmou que "talvez a pessoa que me acusa de algo que não fiz esteja a fazer o que Raphinha fez no campo, uma boa cena de teatro" e desmentiu igualmente ter sido identificado pela PSP.

"A que propósito me teriam de identificar se nada fiz, como pode ser constatado por várias pessoas que se encontravam ao meu redor e que poderão servir de testemunhas daquilo que afirmo?", vincou o filho de Valentim Loureiro.

Leia o comunicado na íntegra:

"Tendo sido confrontado com várias notícias, em vários órgãos de comunicação social, quer online quer em papel, em que o meu nome é referido, com títulos do tipo "Membro do Conselho Directivo agredido por Jorge Loureiro" sou a contestar, em absoluto, o teor das referidas notícias.

Relativamente ao seu conteúdo cumpre-me dizer:

Não agredi qualquer pessoa, seja a que referem na notícia, seja qualquer outra.

Ao contrário do que foi veiculado, nenhuma força policial me identificou, o que será muito fácil de provar, já que isso não corresponde à verdade; alías, a que propósito me teriam de identificar se nada fiz, como pode ser constatado por várias pessoas que se encontravam ao meu redor e que poderão servir de testemunhas daquilo que afirmo?

Evidentemente que estou muito triste e revoltado com o que aconteceu no campo; há um penalti a favor do Boavista que não foi marcado, aos 55m de jogo, e o penalti que favoreceu o Sporting, no final do jogo, simplesmente não existiu, como se pode constatar pelos comentários que se podem ler nos vários jornais e nas análises que se podem ver e ouvir nas várias televisões.

Este sentimento de revolta, sentido por todos os boavisteiros, sem excepção, não me fez alterar a forma de estar no futebol já que, desde os meus 4 anos de idade que frequento estádios de futebol e é a primeira vez que alguém me acusa de ter agredido outrém num local desportivo.

Árbitro marcou penálti a favor do Sporting nos descontos e jogadores do Boavista ficaram incrédulos
Talvez a pessoa que me acusa de algo que não fiz esteja a fazer o que Raphinha fez no campo, uma boa cena de teatro, talvez para tentar branquear a vergonha que se passou no jogo.

Face às notícias que foram veiculadas e que dão como certo algo que não aconteceu, irei podendar a instauração de uma queixa-crime contra quem deu esta notícia bem como quem a divulgou, e pedir um ressarcimento patrimonial pela difamação de que estou a ser alvo.

Porto, 10 de Março de 2019.

Jorge Loureiro"
18
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas