Petit e o confronto com o amigo Mário Silva: «Espero que ele fique a chorar no final do jogo…»

Treinadores do Boavista e do Santa Clara cresceram juntos e o técnico axadrezado deixa um desejo com ironia para o reencontro deste domingo, no Bessa

• Foto: Ricardo JR
Petit já fez ao final da manhã deste sábado a antevisão do jogo com o Santa Clara da 2.ª jornada da Liga Bwin, que se joga este domingo a partir das 15.30 horas, no Estádio do Bessa.

"Vamos ter pela frente um jogo muito difícil contra uma equipa com qualidade que se reforçou muito bem. Estamos um pouco às escuras sobre o que vamos encontrar, pois eles não podem jogar com o Ricardinho, que viu o cartão vermelho e deve jogar o reforço que veio agora do Trofense, mas sabemos o que vamos apanhar e mais importante que isso é olhar para o que podemos fazer para dar continuidade ao trabalho e com o apoio dos nossos adeptos entrar bem nos jogos em casa. A ideia é conseguir mais três pontos e iniciar também da melhor forma a época em nossa casa", começou por registar o técnico dos axadrezados.

O treinador referiu-se depois ao facto de ainda não poder utilizar os sete reforços do plantel, repetindo a ideia que tinha deixado na antevisão da 1.ª jornada.

"Os jovens que estão agora a ter a oportunidade fazem também parte do plantel e são o futuro do Boavista. Contamos com eles e o azar de uns é sempre a sorte de outros. Na 1.ª jornada eles corresponderam e estamos á espera que isso volte a acontecer. Claro que gostaríamos de contar com todos os elementos do plantel, mas os nossos jovens deram conta do recado. O nosso jogo em Portimão foi o que teve mais tempo útil e queremos continuar a contribuir para isso, voltando a ser uma equipa com qualidade e intensidade. Já sabemos que os jovens não podem resolver os problemas todos, mas o plantel também tem jogadores experientes que ajudam e fazem os mais novos crescer e evoluir."

Petit referiu-se ainda à "grande amizade" que o une a Mário Silva, o treinador adversário nesta 2.ª jornada.
"O Mário Silva é um grande amigo, crescemos juntos e juntos viemos para o Boavista, onde ganhámos vários títulos na formação. Depois cada um seguiu o seu trajeto, mas foi sempre meu colega e amigo de infância. Espero que ele fique a chorar no final deste jogo, no bom sentido, pois isso seria a minha alegria…"
Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas