Graça Freitas garante que jogadores do Benfica vão ser testados: «Temos de apertar a malha»

Diretora geral da Saúde diz que os 13 casos confirmados da Ómicron não são exclusivamente em jogadores do Belenenses SAD; também há casos no staff

A carregar o vídeo ...
Graça Freitas: «Jogadores do Benfica, à partida, não estiveram com doentes»
Graça Freitas esclareceu esta segunda-feira que "os 13 casos confirmados da Ómicron não são exclusivamente em jogadores da Belenenses SAD, porque também há casos no staff". À TSF, a diretora-geral da Saúde referiu que "tratando-se de uma nova variante", as autoridades de saúde vão avançar com "uma identificação mais alargada dos contactos e proceder ao seu isolamento". Essas pessoas vão ser submetidas a um plano de testagem muito rigoroso, com o objetivo de quebrar cadeias de transmissão.

"Tratando-se de uma nova variante, temos de apertar a malha", sublinhou, dizendo não se tratar da regra habitual. O objetivo é testar e isolar, para impedir a propagação da doença, pelo que, garantiu Graças Freitas, e pelo "princípio da precaução", também os jogadores do Benfica serão testados.

Sobre o não adiamento do Belenenses SAD-Benfica, a diretora-geral da Saúde esclareceu ser uma "competência exclusivamente desportiva". "À saúde cabe detetar e isolar casos e contactos. Não é da competência da saúde, de todo. "Será da competência da Liga, dos clubes, do que for. Eu não sei regras desportivas, essas competências devem ser separadas. "À saúde, a saúde. Ao desporto, o desporto."

«Continuamente alerta»

Em relação às autoridades de saúde pediu para "mais uma vez" estarem "muito atentos" nos inquéritos epidemiológicos a possíveis ligações epidemiológicas dos casos que encontram e a outros casos que possam ter viajado para sítios onde a variante está a circular ou se os próprios casos vieram de outros locais.

Alertou ainda que "os vírus circulam e se esta variante tiver muita competência, por ser uma variante muito transmissível, vai instalar-se vai propagar-se por todo o mundo".

"Temos que estar continuamente alerta porque de facto a pandemia não acabou e estas variantes podem surgir em qualquer sítio, sobretudo, em sítios que estão pouco vacinados porque há a possibilidade de isso acontecer e a possibilidade de uma variante se propagar, como disse a Organização Mundial da Saúde, para todo o mundo rapidamente", salientou.

Benfica está a agir bem

Mais tarde, à CMTV, a diretora geral da Saúde voltou a lembrar que a DGS não decide sobre a realização de jogos. "A minha colega [delegada de saúde] considerou os contactos de risco, os que partilham o balneário, refeições, etc, e isolou-os, mesmo tendo testado negativo e terem a vacina. A estratificação do risco é que define se se fica ou não isolado. Eles não seriam todos do mesmo escalão, não sei nada de futebol e não me quero meter. Sei que a minha colega isolou alguns e outros não."

Sobre os jogadores do Benfica, Graça Freitas considerou que o clube está a atuar de forma correta. "Os jogadores do Benfica, à partida, não estiveram com doentes. Não é um contacto de risco. Estão a agir bem, estão a fazer testes por precaução, o clube tem os seus planos de contingência. Mas é diferente ser contacto de um doente e ser contacto de um contacto."

(Notícia atualizada às 13h20)
Por Record
56
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Liga Bwin

Notícias

Notícias Mais Vistas