Mourinho, a águia estável, o leão esfomeado e o dragão ferido

Acha "mais anormal o FC Porto ter ganho tanto durante tanto tempo"

• Foto: Reuters

A temporada 2016/17 está à porta e é tempo de análises e prognósticos , num contexto de mais uma luta a três na qual o Benfica parte como detentor do título, o Sporting apresenta credenciais de vice-campeão forte candidato e o FC Porto entra com a força de sempre, tentando deixar para trás os desaires das últimas temporadas, sob a liderança de um novo treinador, Nuno Espírito Santo, um homem que José Mourinho conhece bem.

O treinador português do Manchester United faz uma análise breve à próxima época da Liga NOS em entrevista ao jornal 'Expreso', na qual prefere deixar de lado os homólogos que trabalham nos grandes: "Não quero ir pelo FC Porto do Nuno, ou o Benfica do Rui [Vitória] e o Sporting do [Jorge] Jesus."

"O Benfica encontrou uma direção, uma estabilidade organizacional. O Sporting tem, definitivamente, um apetite tremendo para conquistar um título de  campeão. O FC Porto está ferido, magoado porque quem está habituado a ganhar como eles estão tem de encontrar um estado de alma de quase rebelião e de ir à procura do estado normal, que é ganhar outra vez", acrescentou Mourinho, comparando a situação dos dragões à que vive no Manchester United, para chegar a uma conclusão interessante:

"É um bocadinho como o Manchester United. Surpreende-me porque as pessoas estão habitudas a uma certa rotina de vitórias, mas as organizações mudam, mesmo as organizações perfeitas acabam por mudar. Há ciclos. Há ciclos de sucesso e, normalmente, os ciclos de sucesso não são tão duradouros como aquele que o FC Porto tem tido nas últimas décadas. Acho mais anormal o FC Porto ter ganho tanto durante tanto tempo. Aquilo que espero é um regressar à normalidade."

Por António Espanhol
19
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Bwin

Notícias

Notícias Mais Vistas