Proença abre via para acordo com G15

Proposta do Conselho Superior do Futebol Profissional suspensa. Novo modelo à vista

• Foto: Lusa

Ao contrário do que poderia pensar-se em face das tomadas de posição emanadas da última reunião do G15, a assembleia geral extraordinária da Liga, marcada para hoje, deverá decorrer em ambiente maioritariamente pacífico.

Ao que Record apurou, Pedro Proença abriu uma via para o entendimento com o movimento de clubes da 1ª Liga e, esta tarde, deverá passar à prática a suspensão da proposta de criação do Conselho Superior do Futebol Profissional, uma ideia basilar assumida pelo presidente da Liga, mas que dificilmente seria viável a partir do momento em que um número significativo de emblemas decidiu seguir por outro caminho.

O G15 pretende, isso sim, mandatar o presidente da Liga e respetiva direção para formular e apresentar uma proposta para o novo modelo de governação daquele organismo, assente num Conselho de Presidentes com poderes deliberativos. Todavia, esse ponto não consta da ordem de trabalhos desta assembleia geral.

A partir do momento que seja consumada a suspensão da ratificação "dos estatutos de constituição e composição do Conselho Superior do Futebol Profissional aprovado pela direção" da Liga, então terá de ser agendada uma nova reunião magna para uma data que, entendem os elementos do G15, deverá ser encontrada dentro de um prazo curto para que o processo ganhe impulso de forma a estar implementado no primeiro dia de julho próximo.

Note-se que, na visão dos clubes que decidiram unir-se e contaram com a presença do Benfica no seu último encontro, "o novo modelo de governação deve estar concluído e ser apresentado às sociedades desportivas no prazo de 60 dias, a fim de posteriormente ser aprovado (via alteração dos estatutos da Liga) em assembleia geral", isto segundo chegou ao conhecimento do nosso jornal.

Esta tarde, e acordo com a ordem definida, serão ainda apreciadas, discutidas e votadas várias propostas da direção no sentido de serem promovidas alterações ao Regulamento de Competições.

Expectativa pelos grandes

O Benfica fez-se representar por Domingos Soares Oliveira e Lourenço Coelho na reunião do G15 que determinou a instauração de um novo modelo de governação. Os outros grandes foram convidados para o encontro, mas o FC Porto declinou por carta e o Sporting optou pelo silêncio. Todavia, todos fazem parte da direção da Liga que deverá garantir a formulação da proposta que permitirá a criação do Conselho de Presidentes. Por esse motivo existe alguma expectativa sobre como FC Porto e Sporting, críticos do G15, se irão posicionar, podendo vir daí algum acréscimo de tensão. Na AG de janeiro, Bruno de Carvalho e Pinto da Costa abandonaram a sala.

Por Vítor Pinto e Nuno Miguel Ferreira
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Bwin

Notícias

Notícias Mais Vistas