Estoril pede desculpa à filha de adepto do FC Porto e fala em "atitudes provocatórias de supostos adeptos de futebol"

Canarinhos emitem comunicado

A carregar o vídeo ...
Pai e filha pequena, ambos com camisola do FC Porto, obrigados a sair do lugar após insultos de adeptos do Estoril
O Estoril "lamentou profundamente a situação vivida pela filha do adepto do FC Porto no Estádio António Coimbra da Mota", no duelo de ontem, pedindo desculpas à criança pelo sucedido na 1.ª parte do jogo, quando foi obrigada, juntamente com o pai, a deslocar-se para outra zona do estádio devido aos insultos e cuspidela de adeptos da casa.

Em comunicado, os canarinhos lamentam também que os seus adeptos não tenham conseguido controlar as emoções, mas frisando que os mesmos foram provocados. "Condenamos as atitudes de quem não consegue controlar as suas emoções e permite que atitudes provocatórias de supostos adeptos de futebol se transformem num momento lamentável de agressividade que não tem lugar num estádio de futebol. Condenamos, ainda, todos os atos praticados por supostos adeptos de futebol que encaram os espetáculos desportivos como espaços privilegiados para destilar ódio e praticar comportamentos que todos consideramos inaceitáveis em sociedade", pode ler-se.

"Continuaremos a apelar a todos os adeptos dos clubes que nos visitam que se juntem a nós na partilha do respeito pelo fair-play, como, de resto, tem acontecido com a larguíssima maioria dos adeptos adversários que têm tido oportunidade de vir ao Estádio António Coimbra da Mota", acrescenta o Estoril.

Comunicado do Estoril:


"O Estoril Praia condena todo e qualquer ato de violência, seja ele de que natureza for. Temos mais de 80 anos de serviço ao desporto e à formação, com respeito integral pelo fair-play. Este é o nosso ADN e não desistimos da nossa missão.

Lamentamos profundamente a situação vivida pela filha do adepto do FC Porto no Estádio António Coimbra da Mota, pedindo-lhe desculpas e desejando que nunca deixe de apreciar a verdadeira essência do Desporto.

Condenamos as atitudes de quem não consegue controlar as suas emoções e permite que atitudes provocatórias de supostos adeptos de futebol se transformem num momento lamentável de agressividade que não tem lugar num estádio de futebol.

Condenamos, ainda, todos os atos praticados por supostos adeptos de futebol que encaram os espetáculos desportivos como espaços privilegiados para destilar ódio e praticar comportamentos que todos consideramos inaceitáveis em sociedade.

Continuaremos a apelar a todos os adeptos dos clubes que nos visitam que se juntem a nós na partilha do respeito pelo fair-play, como, de resto, tem acontecido com a larguíssima maioria dos adeptos adversários que têm tido oportunidade de vir ao Estádio António Coimbra da Mota.

Disponibilizamo-nos, ainda, para continuar a colaborar com as entidades competentes na procura das soluções" adequadas que possam impedir este género de episódio de voltar a ocorrer num recinto desportivo.
Por Record
35
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Estoril

Notícias

Notícias Mais Vistas