Ivo Vieira e o Benfica: «Até posso passar por maluco mas não vou mudar»

Técnico do Estoril garante que vai procurar ter a bola mesmo diante das águias

• Foto: Filipe Farinha
O treinador do Estoril, Ivo Vieira, garantiu que a sua equipa vai tentar manter a identidade diante do Benfica, no encontro entre ambas as equipas agendado para sábado (20h30), na Amoreira.

Vai defender mais?

"Até posso passar por maluco, mas não mudo a ideia de jogo. A minha equipa só vai jogar num bloco baixo perante o que o adversário nos obrigue a isso. Vou continuar a defender a minha ideia de jogo, a provocar isso nos meus atletas e faço disso a imagem a minha imagem e a do Estoril. Procurarei sempre um jogo de posse, atraente para quem vê. Se os resultados caírem para o nosso lado será mais atrativo, mas procurarei sempre manter esta dinâmica de equipa ofensiva. Jogar com o Benfica obriga-nos a outros comportamentos do jogo, num bloco mais baixo em alguns momentos do jogo. Mas defendo que quanto mais próximo da minha baliza, mais próximos de sofrer estamos. Vamos manter a nossa conduta para o jogo."

Lesão de Jonas?

"Respeitamos muito o Benfica, mas de problemas desses está a nossa casa cheia. Têm sido quase constantes as questões de jogadores lesionados. Temos lutado contra isso e neste momento preocupa-me mais aqueles que tenho à disposição e os que podem ir para jogo, do que os que vêm do lado do Benfica. Jonas faz a diferença, mas se não estiver o Jonas estará o Jiménez o u outro e termos de ter as mesma atenção e concentração no jogo independementem do jogador que estiver na frente. O Benfica vale pelo todo e há sempre alguém que alimenta os jogadores que são a montra das equipas. Há trabalho de equipa e de grupo por trás. Temos de ter isso em atenção. Não as individualidades mas sim o conjunto."

Trabalhar após vitórias

"É verdade que trabalhar em cima de uma vitória é melhor. O sentimento é positivo, há mais alegria. Preparar o jogo com o Benfica não foge de forma nenhuma aquilo que é a preparação para todos os outros jogos. Com afinco, acreditando no que podemos fazre e nos concentrado no que podemos fazer. Será difícil pela qualidade do adversário. Tal como os oadeptos acreditaram sempre naquilo que é o nosso objetivo, este é mais um jogo. Tem grau de dificuldade mais elevado, não podemos fugir a isso. Mas trabalhamos de uma forma natural, acima de tudo convictos de que podeos fazre um bom jogo. Será uma tarefa possível mas é possível conquistar pontos. Vamos lutar por eles, sabendo da dificuldade que o jogo nos vai trazer. Pensamos muito em nós e não no Benfica."

Benfica afetado por vir de derrota?

"Temos é que preocupar-nos acima de tudo com o que podemos fazer, independentemente do momento do Benfica. Pode trazer coisas boas e outras não tão boas. Podemos fazer uma avaliação muito curta em relação ao momento do Benfica. Poderão vir mais motivados porque precisam urgentemente de ganhar, tal como poderão vir mais afectados pela derrota. São momentos que só o jogo vai ditar. Temos consciência do que temos de fazer, estamos preparados para o Benfica no seu todo, independentemente do estado emocional dos jogadores do Benfica. Sabemos que podemos provocar um jogo em termos técnicos e táticos ter essa vantagem para a nossa equipa."

Diferenças dos jogos com Sporting e FC Porto?

"A nossa preparação para os jogos vai sempre no sentido de ter uma cara só. Perante os resultados passamos a ter duas ou mais do que as mesmas. Quando as coisas não correm bem temos de fazer avaliações muito sinceras daquilo que foi o desempenho da nossa equipa. Já tivemos desempenhos de nível muito bom, outros mais inferiores. São essas diferenças que vamos trabalhar com afinco, coragem e determinação para que o jogo corra bem para o nosso lado."

Por Pedro Gonçalo Pinto
23
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Estoril

Notícias

Notícias Mais Vistas