Banco de suplentes do FC Porto não quis festejos após golo de Uribe

No clássico frente ao Benfica, na Luz

• Foto: Pedro Ferreira

O banco portista levantou-se para festejar o golo do empate, apontado por Uribe, embora por pouco tempo. É que, passados poucos segundos, vários elementos da equipa técnica e jogadores que se encontravam no banco de suplentes começaram a pedir para se acabar com os festejos e para a equipa regressar para o seu meio-campo defensivo. O objetivo era que a partida recomeçasse o mais rapidamente possível, pois os dragões ainda pretendiam chegar ao triunfo. Os jogadores portistas perceberam a mensagem e começaram a recuar para detrás da linha de meio campo a maior velocidade, para que o árbitro Artur Soares Dias desse autorização para a partida ser retomada.

Por André Monteiro
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Castigo de verão

Moncho Lopéz e Garrett Nevels apanham um mês de suspensão mas sem efeitos práticos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.