Bruno Costa lutou para ser opção

Esforço foi reconhecido por Sérgio Conceição

• Foto: Pedro Simões

Já depois de o Rio Ave ter reduzido a diferença, tendo ganho ascendente sobre o FC Porto, Sérgio Conceição fez duas substituições. Começou por retirar Corona e lançar Soares para o eixo ofensivo, desviando Marega para a esquerda. Depois, decidiu retirar Otávio dar oportunidade a Bruno Costa.

Este foi, a par da utilização de Éder Militão a lateral, o único ponto em que Conceição não colhe consenso por parte dos apoiantes dos dragões. A entrada de Bruno Costa tinha uma intenção que não se cumpriu por detalhes como o momento em que Felipe tinha uma linha de passe clara para lançar uma transição rápida do médio de 22 anos, mas optou por uma solução menos prática e que levou à perda de bola e à cascata de eventos que conduziu ao 2-2.

Óliver Torres ficou no banco, sem ser utilizado. Todavia, a gestão de grupo de Sérgio Conceição sempre deixou claro para todos os sectores do clube que as oportunidades nos jogos conquistam-se nos treinos. Bruno Costa tem-se dedicado ao máximo e lutado para ser opção, razão pela qual tem recebido do treinador alguns minutos de competição. Tomou parte nos dois duelos com o Liverpool, estreou-se no Dragão para o campeonato e em Vila do Conde voltou a entrar numa fase crítica, sem ter podido alterar o cenário.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas