Caparrós dá força à compra de Layún

Novo diretor desportivo do Sevilha apostou no mexicano enquanto treinou a equipa

• Foto: Reuters

A nomeação de Joaquín Caparrós para diretor desportivo do Sevilha foi uma boa notícia para Miguel Layún, que viu aumentadas de forma considerável as possibilidades de permanecer na capital da Andaluzia para a próxima época. O dossiê do internacional mexicano é um dos que está nas mãos do novo responsável pelo futebol do Sevilha e, se depender de Caparrós, é praticamente certa a sua continuidade no plantel.

Isto porque Layún foi utilizado com regularidade por Caparrós na parte final da temporada, quando este assumiu o comando do Sevilha após a saída de Vincenzo Montella. O mexicano, de 29 anos, subiu de rendimento e ajudou o clube andaluz a qualificar-se para a pré-eliminatória da Liga Europa, vendo aí um fator de motivação extra para continuar em Espanha para além do período de empréstimo.

Questionado sobre a possibilidade de ficar com Layún e os outros dois jogadores que estiveram cedidos esta temporada, Caparrós foi evasivo, de forma a não inflacionar, segundo ele, o preço dos jogadores em questão: "Tudo o que possamos dizer só contribui para encarecer o produto. Estamos a trabalhar sobre todos os dossiês do plantel e dentro de poucos dias haverá notícias sobre os emprestados."

Em todo o caso, o valor a pagar pelo Sevilha será superior aos cinco milhões de euros que estavam estipulados aquando do acordo de empréstimo estabelecido em janeiro, no momento em que o mexicano rumou a Espanha, uma vez que a data para exercer essa opção de compra expirou no final de abril.

Por Rui Sousa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas