Diogo Jota no deserto

Em branco há dois meses

• Foto: Luís Vieira
Um dos grandes problemas no ataque do FC Porto tem a ver com a quebra de rendimento de Diogo Jota. O avançado, de 20 anos, está a dar os primeiros sinais de inadaptação a uma competição intensa e à qual não estava habituado no Paços de Ferreira, com uma sequência de jogos mais apertada.

Sendo um importante ponto de apoio para André Silva, o internacional sub-21 português teve o seu momento alto da época na Choupana, onde marcou três golos, e também esteve em destaque no clássico frente ao Benfica, assinando o tento dos dragões. O problema é que, do início de novembro até agora, não voltou a marcar para o campeonato.

A travessia do deserto na Liga só foi interrompida com uma breve incursão à Champions, tendo festejado contra o Leicester.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Queimar todos os cartuchos

Dragões vão apostar na artilharia pesada antes da partida de Díaz, Taremi e Uribe para as seleções. A vitória vale 6 pontos de avanço

Notícias

Notícias Mais Vistas