FC Porto devolve 70 milhões de euros aos obrigacionistas até 7 de junho

SAD presidida por Pinto da Costa explicou ainda que voltará ao mercado com uma nova emissão de obrigações

O FC Porto anunciou esta segunda-feira, em conferência de Imprensa no Estádio do Dragão, a devolução antecipada do empréstimo obrigacionista ‘2017-20’, de 35 milhões de euros, a ser efetuada no próximo dia 10 de maio.

A SAD presidida por Pinto da Costa explicou ainda que voltará ao mercado com uma nova emissão de obrigações, sendo que o reembolso da emissão ‘2018-21’, igualmente de 35 milhões de euros, será efetuado no próximo dia 7 de junho.

A 5 de junho de 2020, devido ao impacto da pandemia nas finanças da sociedade portista, o reembolso do empréstimo obrigacionista ‘2017-2020’ foi adiado por um ano, para 9 de junho de 2021, após aprovação da Assembleia-Geral de obrigacionistas, com 87% de votos a favor e apenas 13% contra
 
Logo nessa ocasião, por larga maioria (90% dos votos a favor), ficou definida "a opção de reembolso antecipado" pelo respetivo valor nominal acrescido de juro corrido, embora com a garantia de aviso prévio aos obrigacionistas de 15 dias úteis. O que se veio agora a verificar e ainda com maior margem de aviso.

Recentemente, numa entrevista que concedeu, Pinto da Costa insistiu no tema: "Nos nossos planos, se tudo correr normalmente, um vai ser pago antecipadamente, antes de junho, e o outro em julho. Vão ser pagos os dois".

Por Nuno Barbosa
15
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas