Francisco J. Marques e as buscas ao Dragão: «FC Porto entregou tudo o que lhe foi pedido»

Diretor de comunicação esclarece todo o processo

• Foto: Movenotícias

No programa Universo Porto da Bancada, do Porto Canal, o diretor de comunicação do FC Porto pronunciou-se sobre as buscas ao Estádio do Dragão, feitas esta terça-feira, devido às transferências de Lucho González para o Marselha, em 2009, e o regresso do argentino aos azuis e brancos, em 2012.

"A Polícia Judiciária esteve cá hoje acompanhada por agentes das autoridades francesas e foi-lhes entregue tudo o que pediram. Foram inquiridas pessoas como testemunhas, não há nenhum arguido do FC Porto. E não deixa de ser curioso que, pelo menos uma das pessoas que foram inquiridas, é advogado e não foi constituído arguido. Isso vem de uma vez por todas acabar com a tese de que, quando se é advogado, para se mexer uma palha tem que ser constituído arguido para salvarguardar... não senhor...", esclareceu Francisco J. Marques com uma bicada à mistura ao assessor jurídico do Benfica, Paulo Gonçalves.

"É verdade que isto tem a ver com as transferências de Lucho González. Pelo que também já se viu, isto tem a ver com uma série de coisas que envolvem o Marselha, esta é uma das 18 transferências que estarão a ser investigadas pelas autoridades francesas. Não sabemos nada sobre isso, nem temos que saber. O que interessa é que o FC Porto colaborou. Quiseram ouvir pessoas que eventualmente tiveram intervenção nas transferências, não posso garantir, mas imagino que sim, e as pessoas colaboraram", concluiu aquele dirigente portista.

Por Nuno Barbosa e André Monteiro
14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas