Francisco J. Marques e o caso Otávio: «Parece que há que travar o sucesso do FC Porto»

Diretor de comunicação dos dragões critica demora na comunicação do castigo do brasileiro

• Foto: Movenotícias

Francisco J. Marques não consegue compreender a demora na comunicação do castigo de Otávio pelas palavras que o brasileiro proferiu na final da Taça de Portugal, a 1 de agosto, num jogo frente ao Benfica. O diretor de comunicação diz que "é absolutamente compreensível" que se demore "tempos infinitos", acabando esta suspensão de dois jogos por surgir numa fase "absolutamente crucial da época".

"É absolutamente incompreensível que, tendo Otávio dito o que motivou o castigo no último jogo da temporada transata, a 1 de agosto, receba como prenda de Natal o castigo. Estamos a falar de uma coisa factual. O Otávio disse o que disse, é fácil de obter o que ele disse através das imagens. O próprio Otávio prescindiu de se defender de outra forma porque disse o que estava dito e não havia forma de o mudar e o castigo demora tempos infinitos e surge numa altura crucial da época, quando o FC Porto vai disputar dois jogos num curto espaço de dias", apontou o dirigente, explicando quando foi enviada a notificação do castigo.

"Acresce ainda que a notificação do castigo aconteceu mais ou menos na altura em que a equipa entrava para aquecimento de novo jogo com o Benfica, na final da Supertaça. Faz hoje uma semana. Foi mais ou menos a esta hora quando chegou o castigo. Todos nos recordamos que as autoridades e o governo pediu que dia 24 fosse tolerância de ponto, estendendo essa determinação para a função pública. O FC Porto assim fez, deu tolerância de ponto. Ou seja, esses mails só foram consultados na segunda-feira. Ainda para mais, foi para um email que não é o usual, portanto há uma série de comportamentos estranhos e que não são naturais", acrescentou.

Para Francisco J. Marques, esta sucessão de eventos representa um tratamento diferenciado face a outros clubes, o que, na sua ótica, deixa no ar que é necessário travar o sucesso desportivo do FC Porto. 

"Amanhã termina 2020, um ano terrivel para todos nós, mas é um ano de grande sucesso desportivo para o FC Porto, que conquistou o campeonato a Taça e a Supertaça e só não conquistou a Taça da Liga porque sofreu no último minuto. E parece que sempre que o FC Porto tem estes momentos de grande sucesso desportivo há que encontrar forma de travar isso. Não vemos isto acontecer com outros clubes. Vemos jogadores de outros clubes criticarem arbitragens e não vemos acontecerem coisas destas. Vamos estar atentos para ver se os procedimentos serão iguais, mas o que é verdade é que o FC Porto se sente atingido por este pormenor de quase 5 meses depois. Ninguém estranharia se surgisse na primeira jornada. Agora, vir cinco meses depois… Vamos ver o que reserva 2021. E vamos ver se as conquistas do FC Porto têm sempre que ter tantos obstáculos", concluiu.

Por Pedro Morais
23
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas