Início da construção precipitou a quebra

Um dos pontos que marcou a baixa de forma

• Foto: Miguel Barreira

Não obstante o caráter psicológico da comunicação intragrupo, não foram esquecidas responsabilidades individuais pelo não cumprimento de algumas micro dinâmicas essenciais à manobra coletiva que, de uma forma pontual ou permanente, não se verificaram frente ao Belenenses. A lateralização excessiva do início de construção, sem capacidade de desequilíbrio pelo eixo e penetração vertical em momento ofensivo, além do desacerto no momento da finalização, foram alguns dos pontos abordados em conjunto.

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.