Orçamento fica por cumprir

Conheça os números dos dragões

• Foto: Move Notícias

Tendo orçamentado 115 milhões de receitas com vendas de jogadores em 2016/17, depressa se percebeu que o FC Porto não conseguiria atingir essa fasquia à medida que as janelas de mercado se foram encerrando sem saídas lucrativas. Os 38 milhões recebidos por André Silva foram providenciais, mas apenas para dar margem de manobra. No fecho das contas do 1º semestre, a SAD apresentou um vulgar saldo líquido negativo nas negociações de passes no valor de 16,809 milhões de euros. Nas últimas épocas, e deduzidas parcelas como as imparidades e amortizações, os passes valeram 7,1 milhões em 2015/16 e 51,11 milhões em 2014/15.

11
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas