Os três dias 'loucos' que transformaram o FC Porto

Danilo e Alex Telles foram substituídos por Anderson, Sarr e Grujic

Em apenas três dias, o plantel do FC Porto mudou consideravelmente. No domingo, as saídas de Alex Telles e Danilo Pereira deixaram a equipa de Sérgio Conceição órfã de duas das suas maiores referências. Juntos, o português e o brasileiro somam quase 400 jogos e 45 golos com a camisola azul e branca. Danilo fez 202 jogos e marcou 19 golos. Alex Telles realizou 195 jogos e marcou 26 golos pelos dragões. Dois jogadores de peso que implicam perdas fundamentais para a equipa. Contudo, a administração portista reagiu e atacou em força os últimos dias do mercado.

O FC Porto foi, dos três grandes portugueses, claramente aquele que apostou mais no derradeiro suspiro deste defeso e contratou cinco jogadores, dois deles precisamente para renderem Danilo e Alex Telles: Marko Grujic, médio ex-Liverpool, e Malang Sarr, defesa e lateral-esquerdo ex-Chelsea. A estes juntaram-se ainda Felipe Anderson, criativo brasileiro que chega para suprir uma necessidade do plantel portista, Nanú, lateral-direito que pode também fazer o papel de Alex Telles à esquerda, e Toni Martínez, que vem reforçar a frente de ataque.

O futuro ditará se o FC Porto ficou mais forte ou mais fraco em termos desportivos com este últimos três dias de mercado. O que é certo é que ficou com as contas mais equilibradas. A ida de Danilo para o PSG rende no imediato 4 milhões de euros. Mas os dragões têm também já certos os 16 milhões de euros da cláusula de compra obrigatória no final do empréstimo desta temporada. Já Alex Telles fez entrar 15 milhões de euros nos cofres azuis e brancos, uma verba que pode chegar ainda aos 17 milhões.

Por Record
28
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas