Rodolfo Reis responde ao "rapazinho" Bruno de Carvalho: «Vozes de burro não chegam ao céu»

Ex-capitão do FC Porto aborda expressão "labrego" usada pelo líder do Sporting e contra-ataca

• Foto: José Moreira

Rodolfo Reis respondeu a Bruno de Carvalho, que o havia apelidado de "labrego" por não ter gostado da forma como o antigo capitão do FC Porto se dirigiu a Manuel Fernandes num programa da SIC Notícias. Este domingo, igualmente no 'Play-Off', daquela estação televisiva, o ex-médio portista não se deixou ficar.

"Vozes de burro não chegam ao céu. Ele chamou-me labrego, mas no dicionário dá azo a muitas coisas. Labrego é homem rude, rústico, entre outras coisas mais grosseiras, ou camponês e aldeão. Mas eu digo mais: Trabalhador de solo a solo, honesto e amigo do seu amigo. Eu sou labrego nestas condições, mas o presidente é labrego nas outras… Olhando para os adjetivos que tem o homem do campo, eu sou labrego. Tudo o resto que engloba a palavra labrego é esse rapazinho", começou por dizer Rodolfo Reis.

Confrontado depois com a acusação do presidente do Sporting de que foi ele quem "andou a lamber o rabo" a Jorge Jesus, Reis ripostou e esclareceu o episódio: "Foi na SIC. O Inácio um dia chegou e disse que o Jesus tinha todo o gosto em almoçarmos os três. E eu respondi que era com todo o gosto, quando houvesse uma data disponível. Fui almoçar a convite do Jesus e foi um bom almoço: falámos de futebol, coisa que o rapazinho não pode falar porque entrou há três ou quatro anos. Foi um almoço muito bom pelo convívio. Não houve lambedores, ninguém lambeu nada… Foi uma coisa cordial. Falámos do passado, sem clubite. Agora tenho todo o gosto em ser eu a convidar o Jesus e o Inácio."

30
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas