SAD do FC Porto prevê regresso aos lucros à boleia da Liga dos Campeões

Depois de três anos de prejuízos

Pinto da Costa
Pinto da Costa

O orçamento da SAD do FC Porto para a atual época desportiva, que termina em Junho de 2019, prevê um regresso da cotada aos resultados líquidos positivos, com a melhoria das contas a ser suportada sobretudo pelo crescimento acentuado das receitas.
 
No documento onde constam as propostas que a SAD liderada por Pinto da Costa vai levar à assembleia-geral agendada para 8 de Novembro, o FC Porto publica os dados do orçamento para o actual exercício fiscal.
 
Na rubrica dos resultados líquidos está previsto um valor positivo de 1,57 milhões de euros. Se este objetivo for alcançado, a SAD do Porto conseguirá lucros depois de três anos seguidos de prejuízos.
 
No último exercício, que terminou a 30 de Junho de 2018, a SAD do Porto registou prejuízos de 28,4 milhões de euros, o que representa uma descida face ao valor apurado na época 2016/2017 (-35,3 milhões) e 2015/2016 (-58 milhões de euros).
 
Esta previsão de regresso aos lucros deve-se essencialmente à orçamentação de um volume de receitas bastante acima do atingido nas últimas épocas. Excluindo o encaixe com a venda de passes de jogadores, a SAD do FC Porto prevê proveitos operacionais de 156,7 milhões de euros, o que compara com os 105,8 milhões de euros alcançados na última época.
 
Liga dos Campeões rende 67,15 milhões
 
Esta previsão de crescimento das receitas deve-se sobretudo à previsão de um forte aumento no encaixe com a participação nas provas da UEFA, uma vez que os prémios distribuídos por este organismo foram aumentados de forma considerável este ano.
 
A SAD do FC Porto orçamentou 67,15 milhões de euros nesta rubrica para esta época (45 milhões de euros já estão garantidos), o que compara com os cerca de 30 milhões de euros obtidos em cada uma das últimas duas épocas.
 
Na apresentação de resultados feita este mês, o administrador financeiro Fernando Gomes já tinha revelado que a SAD esperava para esta época receitas com as provas da UEFA na ordem dos 70 milhões de euros. Este valor pressupõe a passagem aos oitavos-de-final da "Champions", sendo que se o objectivo não for cumprido, Fernando Gomes avisou que teriam de ser vendidos passes de jogadores para compensar.    
 
Com as receitas de televisão, o orçamento da SAD do Porto prevê 41,2 milhões de euros, também bem acima dos 23 milhões de euros da época passada, uma vez que só este ano será reflectido nas contas o contrato de direitos televisivos assinado com a Altice.
 
Com este forte crescimento de receitas, o orçamento da SAD do Porto aponta para um resultado operacional positivo de 18,6 milhões de euros, quando na última época foi negativo em 13,3 milhões de euros.

 
Autor: Negócios

16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas